Your webbrowser is outdated and no longer supported by Microsoft Windows. Please update to a newer browser by downloading one of these free alternatives.

O que é?

Este cereal agrupa-se em duas classes, de acordo com as dimensões dos bagos; arrozes de grão curto e de grão longo. Os primeiros, ricos em amido, com tendência para colar durante a cozedura, o que dá a consistência cremosa indispensável para o sucesso de risottos e sobremesas. Os de grão longo, mais pobres em amido, ideais para receitas em que o arroz se queira bem solto.

Até há pouco tempo estavamos praticamente reduzido às variedades carolino e agulha, mas felizmente já é possível ter acesso a muito mais tipos de arroz, como é o caso do basmati - de origem indiana, de grãos longos, finos e aromáticos, do perfumado Thai (proveniente do Vietname e da Tailândia, com grãos longos e aroma de jasmim), do glutinoso (apropriado para o sushi) e as variedades especiais para risotto (arborio, carnolli e vialone).

Os vários tipos de arroz podem apresentar-se sob a forma polida ou integral. O arroz polido, de cor branca, é branqueado depois de descascado, para eliminar a farinha aderente aos grãos, o integral, contém parte dos resíduos da casca. Polido ou integral, o arroz pode ser previamente vaporizado, através de um processo derivado de um método praticado na Índia desde longa data, que apresenta a dupla vantagem de aumentar a conservação e melhorar o valor nutricional do arroz.

Agora que já conheces um pouco melhor este cereal, que tal testar algumas destas variedades?