Your webbrowser is outdated and no longer supported by Microsoft Windows. Please update to a newer browser by downloading one of these free alternatives.

O que é?

Originários da Ásia e cultivados desde a Antiguidade, os espargos podem ser verdes (mais pequenos e menos suculentos), brancos (tenros e adocicados) e violetas (de sabor mais intenso)

Qualquer que seja a variedade, são pouco calóricos e ricos em vitaminas. Os espargos frescos são fáceis de preparar, devendo ter-se sempre o cuidado de remover previamente as partes lenhosas não digeríveis

Muito utilizados em entradas, podem ser servidos quentes - com molho holandês ou sob a forma de uma sopa cremosa - ou frios (com vinagreta ou maionese). Para além destas, existem versões mais requintadas, gratinados ou “à polaca”, a par de pratos rústicos tipicamente alentejanos, como a sopa ou as migas de espargos bravos

Se não for possível encontrar frescos os congelados e as conservas são substitutos (quase) à altura. Experimenta preparar um soufflé com uns bons espargos em conserva e verás como fica igualmente delicioso!