use left or right arrow keys to navigate the tab,
Page First page Last page More pages Next page Previous page
Press Enter or Space to expand or collapse and use down arrow to navigate to the tab content
Click to read more about this recipe
Includes
Your webbrowser is outdated and no longer supported by Microsoft Windows. Please update to a newer browser by downloading one of these free alternatives.

O que é?

De elevada qualidade proteica, baixo conteúdo em gordura, preço acessível, grande facilidade de confecção e ausência de tabus ou questões culturais que impeçam a sua procura o frango é, pois, uma carne popular em todo o mundo.

A quantidade de gordura presente nas diferentes partes do seu corpo varia bastante. Assim, o peito de frango com a pele possui cerca de 9,25g de gordura por 100g de peso. O mesmo peito, sem pele, apenas 1,24g de peso. As coxas com pele, possuem mais gordura do que o peito, cerca de 12g de gordura por 100g de peso.

Outro aspecto nutricional interessante é a composição da gordura do frango sem a pele. O peito de frango apenas possui cerca de 0,33g de gordura saturada por 100g de peso, o que o torna uma fonte de proteína de grande qualidade, praticamente sem gordura.

A carne do frango é ainda uma boa fonte de vitaminas do complexo B e de fósforo. Fornece também potássio, cálcio, magnésio e cobre. Nas coxas podemos encontrar maiores quantidades de riboflavina, ferro e zinco.

A pele do frango e as suas vísceras podem transportar com facilidade de microrganismos patogénicos, como a Salmonella ou a Listeria. Contudo, com algumas regras simples, é possível evitar as intoxicações causadas por essas bactérias. Por exemplo, cozinhando muito bem as carnes, não utilizando os mesmos instrumentos para cortar o frango e outros alimentos, lavando bem as mão após contactar o animal em cru. E também, nunca descongelar o frango fora da embalagem de origem ou deixar o seu suco pingar sobre outros alimentos.